Criei o espaço para publicar minhas idéias, digo poemas, apenas pensamentos espremidos até formarem versos. Puramente leigo, mais um diário que qualquer coisa.

Uma descrição do que passa por mim e do que fica, meu ponto de vista que é bastante restrito, desse tecido tão interessante, a alma humana.

Espero que apreciem a visita.


Todas as imagens são da internet e de propriedade dos respectivos sites.

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Artefato na lâmina

Uma vontade inquebrável, temperamento instável
o desejo ardente uma paixão sempre crescente
uma tormenta de saber, um por que sem querer
desejo inquieto, uma curiosidade insaciável
essa fome de conhecer, a dúvida constante
amarram minha alma nessa façanha de viver
se algo nessa existência consegue me ter
entregue de corpo e alma abertos, o saber.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget