Criei o espaço para publicar minhas idéias, digo poemas, apenas pensamentos espremidos até formarem versos. Puramente leigo, mais um diário que qualquer coisa.

Uma descrição do que passa por mim e do que fica, meu ponto de vista que é bastante restrito, desse tecido tão interessante, a alma humana.

Espero que apreciem a visita.


Todas as imagens são da internet e de propriedade dos respectivos sites.

sábado, 26 de setembro de 2009

Devaneio em sonho



Mergulhei fundo pra fugir da realidade
Me perdi em pensamentos e verdades
Misturando fantasias da minha vontade
Até estar afogada em tantas saudades

Minha cabeça encontrou enfim
Fui com tudo na tal da verdade
Machuquei feio, meu ego assim
A esperança, perdida na queda

Quem mandou resgatar-me assim?
Quando disse que era pra ter fim?
Por que não ter direito a sonhar,
Quando se quer, tão somente, amar

O mundo é pequeno comparado a vida
O amor é único, não se tem medida
O sonho é tesouro absoluto, sem valor
Inestimável sempre que houver amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget