Criei o espaço para publicar minhas idéias, digo poemas, apenas pensamentos espremidos até formarem versos. Puramente leigo, mais um diário que qualquer coisa.

Uma descrição do que passa por mim e do que fica, meu ponto de vista que é bastante restrito, desse tecido tão interessante, a alma humana.

Espero que apreciem a visita.


Todas as imagens são da internet e de propriedade dos respectivos sites.

terça-feira, 30 de março de 2010

Black hole




Like a balck hole, my hart
feeding on your on darkness
thinkn like never don´t
turn every thots in the same

needing you every moment
liking you all time
loosing for yours eyes
crazy for only smile

turn and turn at the same
never find, never quiet
thinking and desaring
passion burning my hart

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget