Criei o espaço para publicar minhas idéias, digo poemas, apenas pensamentos espremidos até formarem versos. Puramente leigo, mais um diário que qualquer coisa.

Uma descrição do que passa por mim e do que fica, meu ponto de vista que é bastante restrito, desse tecido tão interessante, a alma humana.

Espero que apreciem a visita.


Todas as imagens são da internet e de propriedade dos respectivos sites.

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Limpeza

Um dia me perguntei por que
tanto escondo minhas lágrimas
afogo sozinha os problemas
mesmo que demonstre tristeza.

Bebo-as ums a uma sempre
lavo assim minhas dores
pacientemente esperando
bebendo-as uma a uma.

Um reservatório sempre cheio
pode então resfriar todo ódio
apagar mágoas e afogar medos
rega minha esperança vicejante

A paciência é uma virtude
cutivada em tempo largo
regada com tantas lágrimas
recebe a luz do sorrisos.

Colhendo uma gota por vez
destilo o que não me cabe
purifico o que não serve
literalmente lavando a alma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget