Criei o espaço para publicar minhas idéias, digo poemas, apenas pensamentos espremidos até formarem versos. Puramente leigo, mais um diário que qualquer coisa.

Uma descrição do que passa por mim e do que fica, meu ponto de vista que é bastante restrito, desse tecido tão interessante, a alma humana.

Espero que apreciem a visita.


Todas as imagens são da internet e de propriedade dos respectivos sites.

sábado, 1 de agosto de 2009

luar tão belo


Que tem de tão especial,
tal globo branco celestial?
Reverenciam-no os poetas
Enamoram-se os apaixonados
Alteram-se as marés, e as mulheres

Tão próximo e tão distante
Revelando-se sob distintas formas
Volúvel e constante
É misterioso, constante
esse tal de luar.

Ah, o mistério! tão encantador
Este que sempre move o ser
O interesse pelo novo
A curiosidade do desconhecido
Ímã poderoso da alma
Sempre queremos desbravar

Sim o misterio do luar
A luz tão singela
De um satélite tão pequeno
Que move a Terra em seu lugar
Rege as marés, as colheitas
E claro, as mulheres...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget