Criei o espaço para publicar minhas idéias, digo poemas, apenas pensamentos espremidos até formarem versos. Puramente leigo, mais um diário que qualquer coisa.

Uma descrição do que passa por mim e do que fica, meu ponto de vista que é bastante restrito, desse tecido tão interessante, a alma humana.

Espero que apreciem a visita.


Todas as imagens são da internet e de propriedade dos respectivos sites.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Circulando




A vida ciclando infinita
um círculo de mudanças
Como pode ser redonda,
Sendo mudança a vida?

Voltar ao princípio é
chegar em algum final,
um ponto diferente
Segundo um rumo.

Passar por mudanças
Transformar-se, adaptar
Deixar marcas, construir
Formar laços, criar.

Onde fica o círculo
Em uma linha curva
tão cheia de voltas
E emaranhados?

Um ciclo não é fechado
Porque muda ao seu redor
Transforma à sua volta
À seu tempo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget