Criei o espaço para publicar minhas idéias, digo poemas, apenas pensamentos espremidos até formarem versos. Puramente leigo, mais um diário que qualquer coisa.

Uma descrição do que passa por mim e do que fica, meu ponto de vista que é bastante restrito, desse tecido tão interessante, a alma humana.

Espero que apreciem a visita.


Todas as imagens são da internet e de propriedade dos respectivos sites.

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Solitário

Um brilhante bruto e incluso
retraído na própria essência
descabido em pureza protegido
envolto em rocha bruta escura.

Com o devido polimento,
depois de muito tormento
uma jóia, raro ornamento
seria esse seu intento?

Flor belíssima, lírio
surgido em lugar remoto
arrancado para servir
ao belíssimo arranjo.

Toda beleza realçada
toda natureza forçada
essa busca perfeita
de toda obra inacabada.

Um comentário:

  1. Bem, te ver hoje, me fez lembrar daqui e vim visitá-la. É muito bom ver que uma dica de blog tornou-se esta fonte onde deságuas teus pensares. Vejo que a cada dia estão mais bonitos e cheios de ti estes textos.
    Espero que consiga encontrar tuas respostas ao longo de teu caminho....
    Um abraço bemmm carinhoso.
    Monalize

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget