Criei o espaço para publicar minhas idéias, digo poemas, apenas pensamentos espremidos até formarem versos. Puramente leigo, mais um diário que qualquer coisa.

Uma descrição do que passa por mim e do que fica, meu ponto de vista que é bastante restrito, desse tecido tão interessante, a alma humana.

Espero que apreciem a visita.


Todas as imagens são da internet e de propriedade dos respectivos sites.

sábado, 6 de novembro de 2010

Ecos e reminiscências ...

Ah esse sorriso! Me tiras o chão
esse enigma inatingível e impassível
quebras minha compostura, derreto

Deixa-me levar a um passeio
A chance de encontrar o rubro
deste meu coração em chamas

Tocar-te com a alma em chagas
Um bálsamo em ébano perfeito
Cura minha para toda a loucura

Quem dera fosse eu à tua altura
Desses belos traços desenhados
Morenos cachos, charme encarnação

Não saberia alcançar teu pensamento
perdoe, por favor meu acanhamento
Perco a fala enquanto te contemplo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget