Criei o espaço para publicar minhas idéias, digo poemas, apenas pensamentos espremidos até formarem versos. Puramente leigo, mais um diário que qualquer coisa.

Uma descrição do que passa por mim e do que fica, meu ponto de vista que é bastante restrito, desse tecido tão interessante, a alma humana.

Espero que apreciem a visita.


Todas as imagens são da internet e de propriedade dos respectivos sites.

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Devaneio em movimento


Tão impressionante e admirável é
alçar vôo livre uma ave de rapina
toda liberdade e poder que emana
belo de uma forma poderosa, fascina

Os olhos vasculhando o horizonte
Confiantes de suas poderosas asas
A sós um rastro no vento, livre
o bale da caça parece mágica.

Quisera eu ter asas tão fortes
A confiança dos olhos vorazes
Equilíbrio e graça, liberdade
Jogar-se no vazio confiante.

O alvo encontrado na mira
A confiança corrente, veloz
Golpe certeiro, um inexorável

Tem-se farto e põe-se a brincar
Não há saída sem lutar, inútil
Fora dominada pelo fascínio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget